Site Network: Home | Tendências Urbanas | Snack in Box | INK_Designers | Nova Mídia | Greener City |

Marisa Schmidt | Terapia de casais?!?!


Cartões de visita que trazem surpresa ou tem um design diferenciado são sempre uma coisa legal de se ver. É bem verdade que nem todos são práticos de se levar ou de distribuir, mas que são bacanas, ah isso são!
As vezes, no entanto, na tentativa de inovar e seguir alguns modelos bacanas e de sucesso os criativos metem os pés pelas mãos.
Vejam o caso do cartão de Marisa Schmidt Silva, uma terapeuta de casais de Curitiba, o cartão é muito bacana e causa aquela sensação gostosa de descobrir como o cartão "funciona", boa não é?!
Mais daí você observa que, ainda que bacana, este cartão talvez fosse mais apropriado para um advogado especializado em divórcios do que para uma terapeuta de casais, afinal você parte o coração ao meio e acho que a terapeuta deveria, ao contrário, fazer o coração se juntar novamente, não acham? Ou será que os clientes recebem um outro cartão ao fim da terapia?! rsrs
Sei que alguns dirão que é preciso partir o coração ao meio para então precisar de uma terapeuta de casais... de qualquer forma, dêem sua opinião.

Post via: I Believe in Advertising

1 comentários:

At 27 de agosto de 2010 13:06 Rodrigfo Zanardini said...

Olá!

Acho que trata-se de um material bem conceitual.
Este tipo de epnsamento não pode ser levado tão ao pé da letra, uma vez que se vc recolocar a trajeta que esconde o nome da psicóloga, o coração volta a ser inteiro.
Sou designer, e não me leve a mal, mas são estes tipos de feedbacks que clintes leigos dão, que acabam comprometendo um material criativo e fazendo com que acabe voltando ao tradicional. Não que o tradicional não funcione! Mas se vc. contrata um designer para executar o serviço, já se espera que vc queira algo para se destacar, não é!? O que eu sempre digo é o seguinte...Vc. vai ao dentista...e não diz a ele o que ele deve fazer...apenas expõem o problema, correto!? Assim como qdo vai ao médico, ou chama um engenheiro para realizar uma obra. Não sei porque que com o design é diferente. COntrata-se o profissional, mas na verdade, o cliente é quem quer executar o serviço. De qq. maneira, legal levantar uma questão dessas! Até logo!

 

Postar um comentário


BlogBlogs.Com.Br